quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Caso ou compro uma bicicleta?!?!


Pois é... estou nesse DILEMA!!!

Estudo pro Concurso da Receita Federal ou tenho um filho??
Essa duvida me persegue!
Procuro informações, orientação, animo, depoimentos que me ajudem a decidir mais eu não consigo sanar essa questão que está me matando!!!
Não quero comentar mais com família/ amigos sobre esse assunto, as vezes me sinto pressionada pela gravidez!! 

Mas tenho medo de me arrepender!!!
NÃOooo...
Não é medo de me arrepender do filho, pois sei que irei AMAR mais que tudo!
Tenho medo de me arrepender de ter tomado a decisão na hora errada!!!
 Ai você me dizem pra pensar e ver o que se encaixa na minha vida... mas isso estou fazendo ha séculos e mesmo assim não sei o que fazer!

O fato é que eu não estou estudando como deveria pra um concurso tão esperado e concorrido como o da Receita, de fato passo horas vendo sites de grávidas, blogs de grávidas de bebes, de pessoas que já decidiram e fico me perguntando:

-Como é que agente sabe se é chegada da hora dos filhos?!??! Como foi que Fulana descobriu a sua hora? Por que é fácil pra elas e não pra mim?!?

Vi por ai que tem pessoas com meses de casadas que já querem o filho, como também tem quem já tenha 3, 4 5, 10 anos de casado e estão na mesma luta!

Vejo que tem gente que não está no emprego ideal, algumas até não trabalham, outros são bem ricos, outros bem humildes!!! E mesmo assim conseguem decidir que SIM!!!
Acho que eu tenho sérios problemas! Porque eu não decido e proto! ?
Engravido quando terminar a faculdade, terminei.
Engravido quando marido passar num concurso, passou.
E agora eu impus que engravidaria quando eu passar em outro concurso...
mas vejo que estou só empurrando com a barriga ou sem a barriga! Sei lá!

Hoje vejo minha aprovação na Receita federal como uma meta quase impossível e mesmo assim eu insisto...

Pra alguém ai pesou o fator Filho X Trabalho?? Com sinceridade, será que uma renda de R$ 4.000,00 dá pra ter/cuidar/educar/dá conforto pra uma crianças?!?!  

Jesus, Ajude-me a decidir!!!


PS: Antes de mais nada, eu vivi uma infacia bem humilde... E como toda mãe eu quero dá o melhor pro meu filho. Sei que tem gente em situação financeira pior que  a minha, mas sempre me planejei pra uma gravidez responsável, sem muito sofrimento por não ter o que comer, o que vestir, como levar o filho pra passear, pagar um bom colégio.

5 comentários:

Luciana Alcantara disse...

Ana quando engravidei não foi nada planejado,não trabalhava,marido ganhava salário mínimo não tinha nem casa,mas graças a Deus fomos seguindo e vencendo muitos obstáculos.Deixei mesmo muitos sonhos de lado mas como mãe os sonhos e realizações de meus filhos tem sido os minhas próprias realizações.
Não abandonei todos os meus sonhos e tenho certeza que realizarei muitos deles(meus filhos puxam minha orelha por isso rsrsrs...)e sabe porque?Hoje tenho um triplo incentivo que não me deixam desanimar,minha família.
Beijos minha linda,fique com Deus,espero ter ajudado em alguma coisa.

Liz disse...

Sei que é muito complicado, sempre fico em dúvida e colocando vários obstáculos. Mas, enquanto estou na dúvida, a minha resposta é por enquanto não.

Essa é uma questão muito pessoal. Por outro lado, é possível fazer as duas coisas: ter um filho e estudar para o concurso. Minha mãe teve as duas gravidez na faculdade de odonto, com período integral e não perdeu nenhum ano por isso. Bjos!

Clara disse...

Oi Ana! Olha, acho que se vc tá na dúvida é pq não chegou a hora de engravidar! Vc só tem 25 anos, acho que não é casada há muito tempo, está em busca do seu emprego ideal... pq a pressa?? Curta o casamento, a casa, estude e foque onde vc qr chegar. Se vc pode escolher deixe pra engravidar qd vc tiver certeza de q é isso que vc qr! Acho q até os 30 não devemos nos preocupar ou apressar a gravidez! Beijão

Pâmela disse...

Ana, obrigada pelas visitas!
Olha, eu não gosto muito de receber conselhos na minha vida pessoal, por isso prefiro não opinar na vida dos outros, mas pra vc tenho q falar: decida pelos filhos sim, vc vai ver, lá na frente vc vai ver q foi a melhor opção q vc fez. Um filho nos faz felizes por completo.
Se vc for ficar pensando em terminar tudo o q planeja, o tempo vai passar e vc nao vai engravidar, porq a gnte nunca ta satisfeita, e alem disso as coisas aumentam de preço a cada dia, e vc sempre precisará arranjar um emprego melhor pra se manter. O importante é amor e carinho para o bb, vc tem q estar preparada psicologicamente. Financeiramente falando, claro q nao devemos colocar filho no mundo a toa, porq nao é brincadeira, mas pode ter crtza q passar fome e frio ele nao vai. E as coisas vao se ajeitando e vc passa a dar conta de dar tudo pra ele, vai por mim.

Lendo seu post de hoje, lembrei de um texto q vi em outro blog. Lindo, vale a pena vc ler e refletir. Segue o link:
http://maed2.blogspot.com/2011/07/mulher-infantilizada-e-o-preco-de-se.html

Bjoos

Mima disse...

Ana,

Acho q sempre vamos querer algo antes dos filhos, mas por experiência própria aprendi que as coisas não acontecem no nosso tempo, mas sim no tempo de Deus!!! Tb passei por algumas situações q nem a sua.. por ex. queria casa própria antes dos filhos, compramos!! Queria q um de nós dois fossemos concursados, consegumos!! Queriamos fazer algumas viagens, inclusive fora do país, fizemos!! Queriamos curtir os 3° anos de casamento e fizemos!! E qdo eu quis o filho, ele não veio!!! Estou tentando há exatamente 11m e percebi que não estava sob meu controle e aí pensei.. pq não comecei a tentar antes?! Não sei!!! Agora bateu tb a necessidade/o desejo de passar no concurso público, no meu caso Petrobrás e estou estudando ( não como acho q deveria, mas como posso no momento!!) e ao mesmo tempo tentando engravidar, acho q uma coisa não impede a outra e se o Senhor em abençoa com as duas coisas, Glória a Deus!!! Vou distribuir, dá felicidades!!! rsrs Estou fazendo a minha parte e agora resta esperar!! Minha intenção não é te dizer o q vc deve ou não fazer, mas se espelhar nesta minha experiência e quem sabe tomar uma decisão mais acertada, se é q posso chamar assim!! rsrs
Qto ao valor, acho q depende muitooooooo de como vc pretende criar seu filho, custo de vida da cidade onde reside. Tem gente que acha muitoooooooooooo este salário, mas tb com certeza tem quem ache q é poucooooooooooooo demais. Acho que mais importante ( claro q se puder atender as necessidades básicas de qualquer criança!!) é o amorrrrr, a educação, os valores que vc passará para esta criança q pelo seu post acredito que sejam as melhores.
Espero que não se chateiei comigo rsrs, escrevi quase um livro rsrs, mas só postei pq perguntou, tá? rsrs

Boa sorte na decisão!!

bjos,